Notícias

“As cestas básicas têm matado a fome de muita gente da comunidade”, diz a mãe de Ana Catarina, de 6 anos

14/09/2020
“As cestas básicas têm matado a fome de muita gente da comunidade”, diz a mãe de Ana Catarina, de 6 anos

Ana Catarina* é uma das crianças beneficiadas pelas cestas básicas que foram entregues às famílias atendidas na Creche Leonardo Fernandes Franco, em Santa Luzia (MG). Com o cenário da pandemia, a instituição realizou visitas na comunidade do Conjunto Habitacional Cristina e identificou a dificuldade e a falta de alimentos nas casas das famílias, que cotidianamente enfrentam desafios e outras vulnerabilidades, como a falta de saneamento básico, a violência e o tráfico de drogas. Desassistidas pelos órgãos municipais, mas com o apoio da Fundação, a creche ajudou 35 famílias da região, que não estavam sendo beneficiadas por nenhum programa social. 

“Realizar o atendimento dessas famílias é mais um benefício que a Fundação Abrinq proporciona às nossas crianças e à comunidade”, afirma Rafaella de Oliveira Veloso, coordenadora da Creche Leonardo Fernandes Franco.

Moradora do Conjunto Cristina, Ana Catarina, de 6 anos, estuda há 3 anos na instituição e vive em uma casa simples com os avós, usuários de crack e álcool, e a mãe, ex-usuária da droga. Livre do crack, a mãe não teve condições financeiras para morar em outro lugar e dar uma vida melhor para a menina e os irmãos, que estão aos cuidados de familiares.

“A ação da Fundação é muito bacana, pois muita gente tem passo por dificuldade neste momento e as cestas tem ajudado muitas famílias e tem matado a fome de muita gente da comunidade", declara Rubia Franco, mãe de Ana Catarina. 

Com as aulas suspensas por conta da Covid-19, Ana Catarina e a família são atendidas e acompanhadas pela creche por telefone, para dar seguimento ao trabalho de fortalecimento de vínculo familiar e prevenção de situações de risco social. Atualmente, a menina é acompanhada também pelo Conselho Tutelar da cidade. 

“As cestas que recebemos do Instituto Leonardo Franco e da Fundação Abrinq foi de grande valia neste momento difícil que temos passado. No caso, só eu trabalho e em casa são muitas pessoas. Então, quero agradecer pela ajuda que a Fundação tem dado a nós e à comunidade. É muito gratificante!", declara Rubia.

Ajude a campanha Não deixe a fome matar mais que o Coronavírus

A Fundação Abrinq atua de maneira imediata à crise do coronavírus no Brasil, com o intuito de diminuir o impacto da pandemia na vida das crianças e dos adolescentes vulneráveis. 

Você também pode ajudar a garantir alimentação para as famílias mais afetadas pela Covid-19. Clique aqui e doe uma cesta básica para quem precisa de ajuda.

*Nome e imagem fictícios para preservar a identidade da criança.

Acompanhe a Fundação Abrinq nas redes sociais