04/03/2015

Laboratório Pasteur na luta contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

O Enfrentamento à Violência, Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, instituído pela Lei Federal nº 9.970 em razão do Caso Araceli, menina de oito anos assassinada em Vitória – ES – após ter sido drogada e violentada cruelmente foi motivo de inspiração para mais uma ação do Laboratório Pasteur de Análises Clínicas com sede em Joaçaba e unidades em todo meio oeste catarinense. O departamento de marketing do Laboratório Pasteur elaborou e está sendo disponibilizado gratuitamente à comunidade, material gráfico informativo referente ao combate à exploração sexual infantil. “É uma luta muito importante de ser vencida. É a segurança daqueles que serão o futuro do Brasil que está em jogo. Nosso material apresenta dados alarmantes com base nas análises realizadas pelo Disque Denúncia Nacional. Neste material o leitor encontrará dicas de como denunciar casos locais através do Disque 100 e informações pertinentes a esta realidade, que infelizmente sabemos que acontece sob nossos olhares, em nossas cidades. Acredito que é dever de cada cidadão, entidades, poder público e classe empresarial fazer a sua parte. Nós já estamos engajados nesta luta há um bom tempo e vamos continuar de forma cada vez mais ativa. Como está a saúde e segurança das crianças é um reflexo de como está nosso país”, declarou doutor Gláucio Grando Galli, diretor do Laboratório Pasteur.

Para reforçar ainda mais esta publicação, foi veiculado um filme publicitário na RBS TV Centro Oeste – afiliada Rede Globo para Santa Catarina - apresentado pela para-atleta Aline Rocha – patrocinada pela empresa – que mostra as três bandeiras defendidas pela marca junto a sua comunidade, entre elas o combate à pedofilia. A primeira ação foi a confecção de material gráfico informativo com dados importantes da realidade nacional: índices, leis e dicas de como cada setor da comunidade pode auxiliar neste tema. O material foi distribuído para escolas da rede pública de ensino de todas as cidades atendidas pelo Laboratório e foi sucesso de aceitação e participação por parte das crianças, tanto que esta ação já está em sua segunda edição.