Projeto Comitês Regionais 50

Identificar e apoiar lideranças que promovem ações de advocacy em nível local para a garantia e a defesa de direitos de crianças e adolescentes.

Doe para esta iniciativa!

 

A Fundação Abrinq reconhece a importância das localidades/territórios como espaços insubstituíveis de promoção, defesa e garantia de direitos de crianças e adolescentes. Com base nisso, iniciou o Projeto Comitês Regionais, com o objetivo de fortalecer as ações de advocacy em nível local para a garantia e a defesa de direitos de crianças e adolescentes e apoiar as redes de lideranças locais nesta atuação.

A garantia de direitos de crianças e adolescentes depende da efetivação de políticas públicas no âmbito local, com apoio e coordenação federal e regional, além da participação da sociedade civil. Essas premissas são essenciais para uma divisão de responsabilidades entre todos os atores centrais para garantir o bem-estar na infância e adolescência, o que envolve criação e manutenção de vagas em escolas e creches, proteção contra o trabalho infantil e outras formas de violência, acesso à saúde, direito de brincar, assim como aprender e se desenvolver com diversas perspectivas de futuro.

Os efeitos negativos causados pela pandemia agravaram ainda mais a situação de desigualdades socioeconômicas do país, acentuando as já graves diferenças sociais existentes, gerando retrocessos e prejudicando a execução de praticamente todas as políticas públicas voltadas à infância, como a educação (acesso à escola e creche, enfrentamento de evasão escolar, déficit de aprendizado), saúde (física, mental e social) e proteção (combate ao trabalho infantil e enfrentamento à violência).

Por isso, visando enfrentar os novos cenários de violações de direitos colocados pela pandemia, a aproximação e a presença no território são essenciais no processo de recuperação e inclusão, principalmente ao considerar o contexto das dimensões e da diversidade sociocultural e econômica das regiões brasileiras.