NOTÍCIAS

01

Agosto

POR QUE A AMAMENTAÇÃO É IMPORTANTE PARA O BEBÊ?

Por June Hellen Sant’Ana Marques

O leite materno é o melhor alimento que um bebê pode receber nos seus primeiros anos de vida. A amamentação deve ser exclusiva nos seis primeiros meses, isso significa que não deve ser oferecido nenhum tipo de alimento ou bebida (água ou chá) ao bebê, somente leite materno.

A partir dos seis meses o aleitamento materno deve continuar, por pelo menos dois anos ou mais, associado à introdução da alimentaç

25

Julho

Fundação Abrinq lança relatório para monitorar ODS

Por Caroline Derschner Videira

O Lançamento da publicação A Criança e o Adolescente nos ODS – Marco zero dos principais indicadores nacionais - ODS 1, 2, 3 e 5 foi transmitido ao vivo nesta manhã pelo canal da Fundação Abrinq no Youtube.

 

O estudo produzido pela Fundação compõe uma série de 4 relatórios que serão publicados no decorrer do 2º

14

Julho

CONTINUAMOS CONTRIBUINDO PARA SALVAR VIDAS NO INTERIOR DE SÃO PAULO

Por June Hellen Sant’Ana Marques

Em junho, o Projeto Juntos para Mudar, em sua segunda fase, realizou workshop preparatório para a Semana Mundial de Aleitamento Materno para enfermeiros de Biritiba Mirim (SP), Salesópolis (SP) e Mogi das Cruzes (SP).

O leite materno é o melhor alimento que o bebê pode receber nos primeiros meses de vida, pois contém todos os nutrientes necessários para seu crescimento e desenvolvimento, além

14

Julho

DAR O SEU MELHOR PARA DIMINUIR A DOR DE QUEM PRECISA

Por June Hellen Sant’Ana Marques

"O trabalho voluntário deixa um legado", afirma Susana Silva, dentista hoje aposentada e que foi voluntária do Programa Adotei um Sorriso (PAS) por mais de 16 anos no Rio Grande do Sul.

Durante este tempo como voluntária, Suzana atendeu crianças e adolescentes com bastante dor de dente. E para ela, era um alívio amenizar a dor dos atendidos. "O que mais me deixava feliz é o sorriso que eu rec

14

Julho

O QUE LEVA UMA CRIANÇA AO TRABALHO INFANTIL E POR QUE COMBATÊ-LO?

Por Caroline Derschner Videira

Quando pensamos em trabalho infantil, ações localizadas que proíbam, fiscalizem ou regulem a presença de crianças e adolescentes em atividades de trabalho podem parecer suficientes para que a prática termine. No entanto, esta realidade é mais complexa do que parece.

“Imagine que você faz todo um trabalho de conscientização e enfrentamento ao trabalho infantil em uma escola e a escola participa das ações

Pesquisar

Newsletter

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos boletins eletrônicos.



 

@FundacaoAbrinq