NOTÍCIAS

16/08/2017

PETRÓPOLIS DÁ EXEMPLO AO VENCER DESAFIOS NA GESTÃO MUNICIPAL E PREPARAR CRIANÇAS PARA SITUAÇÕES DE EMERGÊNCIA

PETRÓPOLIS DÁ EXEMPLO AO VENCER DESAFIOS NA GESTÃO MUNICIPAL E PREPARAR CRIANÇAS PARA SITUAÇÕES DE EMERGÊNCIA

Imagine uma cidade na qual cerca de 3 mil crianças aguardavam na fila de vagas para as creches e muitos pais recorriam à Justiça para conseguir esta oportunidade para seus filhos. Essa era Petrópolis antes de 2013, município que participou ativamente do Programa Prefeito Amigo da Criança (PPAC) na época, transformando a realidade local e sendo reconhecido com o Prêmio Prefeito Amigo da Criança.

Após um completo diagnóstico feito com o apoio do PPAC e identificados os problemas que atingiam a infância no município, foi construído um plano de ação, dando início a distribuição de vagas nas unidades educacionais já existentes. A ação teve sucesso e foi responsável por criar 700 novas vagas em creches e 615 novas vagas em pré-escola, e o melhor: sem a necessidade de novos investimentos. Além disso, foram feitas duas formações no município para auxilio no processo de apuração do Orçamento Criança e na elaboração do Plano Municipal para Infância e Adolescência.

Na avaliação dos técnicos do Programa, o plano de ação da prefeitura foi um dos melhores da última gestão, com intensa mobilização da sociedade civil e organizações locais.

Ainda no início da gestão municipal de 2013, quando o município mal havia se recuperado das intensas chuvas de 2011 — que deixaram mais de 800 mortos e quase dez mil pessoas desalojadas, sendo considerada a maior tragédia climática da história no Brasil — a cidade sofreu mais uma série de desastres naturais, causados também pela chuva e deslizamentos característicos da região serrana do Rio de Janeiro.

Quando os novos desastres atingiram a região, o próprio ex-prefeito, Rubens Bomtempo, participou de maneira ativa da mobilização para atendimento das famílias atingidas e deu início a diversas medidas, tanto emergenciais quanto preventivas. Como fruto desse trabalho, a gestão municipal deixou um legado que perdura até hoje: uma cultura de redução de riscos em catástrofes naturais através da inclusão do tema em sala de aula através do projeto Escola Resiliente; sendo o decreto que incorpora a Defesa Civil no Currículo Escolar outra ação que reflete essa importante conquista.

O projeto Escola Resiliente recebeu o reconhecimento do PPAC e motivou, em conjunto com o esforço integrado do município em superar seu desempenho nos indicadores sociais, a obtenção do Prêmio Prefeito Amigo da Criança.